Dicas para tornar sua conta no Gov.br mais segura

Dicas para tornar sua conta no Gov.br mais segura

A conta Gov.br já apresenta um nível de segurança considerável, especialmente se a modalidade for a dourada. No entanto, há maneiras de deixá-las ainda mais protegidas, como mostraremos abaixo. 

Ative a autenticação de dois fatores

A autenticação de dois fatores (2FA) é uma das principais práticas de segurança em ambientes virtuais. Na plataforma Gov.br, esse recurso é fundamental para evitar vazamento de dados pessoais e oferecer maior defesa contra golpistas.

Em geral, em sites e outros aplicativos, após habilitado, o 2FA exige que o usuário informe o código de verificação para autenticar o login, fornecido via e-mail, por apps dedicados ou cadastrados em gerenciadores de terceiros, ou via SMS. Mas no sistema do Governo a autenticação ocorre de forma diferente. O primeiro passo é instalar o aplicativo móvel “Meu Gov.br” no celular. É ele quem exibirá o código todas as vezes que entrar no site. Depois, basta seguir as seguintes instruções: 

  1. Acesse o site Gov.br e faça login em sua conta. 
  2. Na tela “Minha área”, clique em “Segurança” e depois em “Habilitar verificação em duas etapas”. 
  3. Abra o app em seu celular e anote o código exibido. 
  4. Volte ao site, digite o código do dispositivo e clique no botão “Habilitar”. 

Pronto! Agora a sua conta está com uma segunda camada de proteção e o código será solicitado sempre quando entrar no portal. Só lembre que esse recurso está disponível só para cadastros no nível prata, portanto, se estiver na modalidade inferior, selecione a opção “Aumentar Nível”. 

Elabore uma senha forte

A proteção da sua conta no Gov.br deve começar com a senha de acesso. Como em bancos, aplicativos para celular e outros cadastros em sites, criar uma sequência forte na plataforma do Governo é fundamental para manter seguras suas informações pessoais. 

Assim, na hora de elaborá-la, prefira mesclar letras minúsculas, maiúsculas, números e símbolos. Além disso, evite combinações com palavras que relacionem com a sua personalidade ou com alguma informação básica sobre você, como data de nascimento, telefone, CPF e outros. 

Não compartilhe sua senha

Segundo uma pesquisa realizada pelo Datafolha, um a quatro brasileiros compartilham senhas com outras pessoas. Essa atitude, embora pareça inofensiva para alguns, principalmente se passada para alguém de “confiança”, apresenta muitos riscos.

Ao compartilhá-la, você coloca em perigo todos os seus dados pessoais inseridos no sistema, já que pode cair em mãos erradas, ser expostos e usados por pessoas mal intencionadas. Por isso, ao definir sua senha de acesso, além dos cuidados para criar uma sequência forte, opte por não dividi-la com ninguém, tampouco anotá-la ou salvá-la no celular. 

Emita seu certificado digital conosco

Como vimos, algumas contas e serviços no gov.br só podem ser acessadas e utilizadas com um certificado digital nos padrões ICP-Brasil.

Dessa forma, para dispor da praticidade oferecida pelo sistema e elevar o nível de segurança do seu cadastro, entre em contato conosco e solicite a emissão do seu documento eletrônico pelo nosso site. O procedimento é simples, assim como o uso da ferramenta no portal.